Divórcio de Melinda e Bill Gates revela fortuna de US$ 124 bi que inclui até relíquia de Da Vinci

·1 minuto de leitura

RIO - O divórcio de Bill e Melinda Gates, anunciado no início do mês após um casamento de 27 anos, está dando contornos a uma fortuna gigantesca, cuja medida exata ainda não havia sido revelada.

Reportagem do jornal The New York Times revela que o patrimônio do casal supera o tamanho de todo o Produto Interno Bruto (PIB) do Marrocos e ou é comparável à soma do valor de mercado de Ford, Twitter e Marriot.

A fortuna do casal é estimada em mais de US$ 124 bilhões, o que inclui bens tão variados quanto imóveis, ações de empresas e objetos raros.

Na relação de bens consta um caderno que pertenceu ao artista renascentista Leonardo Da Vinci. Sem falar na enorme mansão de frente para o mar no Sul da Califórnia, milhares de acres de fazendas e participações em empresas como a rede de hotéis Four Seasons.

Todo o inventário que está sendo feito pelos advogados aponta que será difícil chegar à definição que vai aplacar a curiosidade geral: como essa fortuna será dividida.

O caso chama a atenção nos EUA assim como foi o do divórcio de Jeff Bezos, fundador da Amazon, e de sua ex-mulher Mackenzie, cujas cifras foram ainda maiores.