DJ que tocou na festa de fim de ano de Messi recebe ameaças de morte por teste positivo do jogador: ‘Não tenho Covid-19'

·1 min de leitura

O diagnóstico positivo do argentino Lionel Messi para Covid-19 desencadeou problemas que vão além do Paris Saint-Germain. O DJ Fer Palacio, compatriota do atacante, tem sofrido uma série de ameaças na internet, de usuários que o consideram culpado pelo quadro de saúdo do jogador. O motivo é o fato que ele foi o nome responsável pela música na festa de fim de Messi e família, na Argentina.

“Me mandaram um monte de mensagens, virei trending topic (assuntos mais comentados) no Twitter porque Messi testou positivo para Covid-19. Dizem que eu o contagiei, chegaram a me chamar de assassino, um monte de mensagens raivosas”, escreveu ele, em uma rede social.

"Não tenho Covid, e aqui mostro. Não contaminei Messi", acrescentou ele, que, por conta das acusações, realizou outro teste para a doença.

Não é a primeira vez que o DJ tocou em uma festa com Messi; Fer Palacio é um nome conhecido na América Latina, inclusive, foi o responsável pela música na festa de título da seleção argentina na Copa América.

O PSG confirmou o diagnóstico do atacante, que já está em isolamento, neste domingo, 2, junto de mais outros três jogadores.

Além do ex-Barcelona, estão com o diagnóstico confirmado Juan Bernat, Sergio Rico e Nathan Bitumazala. Com isso, os quatro são ausências confirmadas na partida da próxima segunda-feira, 3, contra o Vannes, na partida correspondente pela Copa da França.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos