Dobra o número de crianças que busca asilo na Europa, diz Unicef

Imigrantes cruzam fronteira da vila de Sentilj para Spielfeld na Áustria. 2/11/2015. REUTERS/Leonhard Foeger

Por Alex Whiting LONDRES (Thomson Reuters Foundation) - O número de crianças buscando asilo na Europa quase que dobrou desde o ano passado, um sintoma da quantidade crescente de crianças fugindo de conflitos e perseguição, disse a agência da Organização das Nações Unidas para a infância nesta terça-feira. Cerca de 190 mil crianças buscaram asilo na Europa entre janeiro e setembro, em relação às 98 mil do mesmo período do ano passado, de acordo com informações da Eurostat processadas pelo Unicef do Reino Unido. O número total de pessoas buscando asilo na Europa no mesmo período neste ano foi de 715 mil, contra 378 mil de 2014. Nos primeiros nove meses deste ano, 10 mil crianças desacompanhadas ou separadas chegaram na Itália e em Malta. "De todos os refugiados e imigrantes, crianças desacompanhadas são os mais vulneráveis a abusos e exploração”, afirmou o Unicef Reino Unido em relatório. Muitas das 190 mil crianças fugiram da Síria ou de países vizinhos que abrigam refugiados sírios, onde o trabalho infantil e o casamento de crianças aumentou desde o início da guerra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos