Documentário revela grande arrependimento de John Lennon nos Beatles

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
This photo taken on June 29, 1966 shows members of the British band The Beatles, (L to R) Paul McCartney, John Lennon, Ringo Starr and George Harrison, holding a press conference in Tokyo at the start of their tour. - A group of Japanese Beatles fans on October 30, 2018 have lost their bid to get police to hand over historic footage of the band's legendary 1966 Japan visit. (Photo by JIJI PRESS / JIJI PRESS / AFP) / Japan OUT        (Photo credit should read JIJI PRESS/AFP via Getty Images)
Da esquerda para a direita: Paul McCartney, John Lennon, Ringo Starr e George Harrison em visita ao Japão em 1966 (Foto de JIJI PRESS/AFP via Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Documentário mostra o grande arrependimento de John Lennon nos tempos de Beatles

  • Em conversa com Paul McCartney, Lennon reclama do processo criativo da banda

  • "O [meu] único arrependimento sobre o passado é que, por medo, permiti que você levasse para algum lugar onde eu não queria", disse ele

O documentário "The Beatles: Get Back", produzido por Peter Jackson, revela o grande arrependimento de John Lennon em seus tempos de integrante dos Fab Four. As informações abaixo são do jornal The Independent. 

Em determinado momento da atração de 7 horas, dividida em três episódios e lançada no Disney Plus, Lennon conversa com Paul McCartney sobre as reclamações quanto ao processo de composição que fizeram George Harrison pedir para sair da banda.

Sem saber que estava sendo filmado, Lennon admite que também estava insatisfeito com a forma como Macca liderou o processo criativo da banda nos últimos anos. O documentário mostra os bastidores de gravação do "Let It Be", último disco lançado pelos Beatles, em 2019.

"Agora, o [meu] único arrependimento sobre o passado é que, por medo, permiti que você levasse para algum lugar onde eu não queria. E então, minha única opção era deixar George assumir, ou interessar George nisso", disse ele.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Se você me der suas sugestões, deixe-me rejeitá-las e escolher a que gosto, é onde está meu lado compositor. O mesmo vale para os arranjos, porque houve um período em que nenhum de nós poderia realmente dizer nada sobre os seus arranjos, porque você rejeitaria tudo. Muitas vezes você estava certo - e muitas vezes você estava errado", finalizou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos