Documento revela que 63% de produtos da Nestlé não são saudáveis

·1 minuto de leitura
Apenas 37% dos produtos da marca podem ser classificados com benefícios para a saúde.
Apenas 37% dos produtos da marca podem ser classificados com benefícios para a saúde.

Mais de 60% dos produtos para consumo da gigante dos alimentos Nestlé não são saudáveis. Conforme documento apurado pelo jornal Financial Times, a empresa afirmou que alguns alimentos e bebidas nunca serão benéficos, "não importa o quanto renovarmos sua fabricação". Apenas 37% dos itens da marca podem ser classificados com benefícios para a saúde.

E o número fica ainda maior ao ser dividido por categoria. Entre os alimentos, mais de 70% dos produtos não tem a marca de saudável. Na categoria Bebidas, o percentual chega a 96%.

Leia também:

Um sistema de classificação, como a Fundação Acesso à Nutrição, foi utilizado para a pesquisa e classificação dos alimentos. Na lista de 'saudáveis', os itens Água e laticínios tiveram melhor pontuação, respectivamente com 82% e 60% dos produtos. Ambos atingiram o limite mínimo exigido.

Metade da receita da empresa suíça equivale a venda dos 'não saudáveis': cerca de 93 bilhões de francos suíços (US$ 103 bilhões, ou R$ 537 bilhões). Produtos bem conhecidos, como a pizza de pepperoni Hot Pockets e o Nesquik com sabor de morango foram elencados na pior classificação, com excessos de sódio e açúcares. 

As informações são do Jornal O Globo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos