Dois colombianos e um venezuelano são presos por furtar objetos de carros estacionados na Zona Sul do Rio

·1 minuto de leitura

Um trio de estrangeiros foi preso nesta quarta-feira pela Polícia Civil por praticarem, entre os crimes, arrombamento de carros estacionados na Zona Sul do Rio para furtar objetos no interior dos veículos. Os homens foram encontrados por agentes da 15ª DP (Gávea) em Copacabana.

Os colombianos Marlon Sebastian Serna Diaz e Juan Camilo Tovar Vargas e o venezuelano Brandon Durango foram citados pela prática dos crimes de furto qualificado e associação criminosa. Juan ainda ofereceu resistência no momento da prisão. Ele e Brandon também cometeram crime de falsificação de documento público e de falsa identidade ao usarem documentação em nome de outras pessoas. Juan se passava por Alejandro, de nacionalidade venezuelana, e Brandon por Miguel Angel Fuentes, um mexicano.

A equipe, coordenada pelo delegado titular da 15ª DP, Daniel Rosa, iniciou as investigações após uma das vítimas registrar o caso. Imagens de câmeras de segurança, como no bairro da Gávea, ajudaram a identificar os homens e o carro usado durante os crimes.

O veículo, de modelo Ford KA na cor branca, foi alugado de um morador do município de Rio Bonito, como foi constatado pelo rastreio da placa pelo setor de inteligência da delegacia. O trio estava prestes a trocar de veículo, para alugar um outro carro, quando foi encontrado em Copacabana.

De acordo com a polícia, Marlon foi reconhecido por um furto no interior de veículo realizado em abril deste ano na Gávea. A vítima foi um promotor de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, que teve furtado inquéritos policiais, bem como o notebook do Ministério Público.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos