Dois coordenadores do Inep pedem exoneração

·2 min de leitura

Dois coordenadores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pediram demissão: o coordenador-geral de Logística da Aplicação, Hélio Júnio Rocha Morais, e o coordenador-geral de Exames para Certificação, Eduardo Carvalho Sousa. Os pedidos foram registrados no Sistema Eletrônico de Informações (SEI).

As duas coordenações estão ligadas à realização de avaliações como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será nos próximos dias 21 e 28, e do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), entre outros.

O pedido de Morais foi registrado hoje (5) no sistema e o de Sousa, na quarta-feira (3). Ambos pedem a exoneração dos cargos e dos encargos de fiscais de contratos do Enem, Encceja e de outras avaliações.

Os pedidos ocorrem em meio à publicização da insatisfação dos servidores da autarquia com a atual gestão de Danilo Dupas Ribeiro, que ocupa a presidência do Inep. Ontem (4), os trabalhadores realizaram assembleia em frente à sede da autarquia, em Brasília.

“A iniciativa faz parte das ações que buscam resguardar o corpo técnico do Inep e, consequentemente, a integridade das avaliações e das estatísticas educacionais que são entregues à sociedade”, destaca em carta a Associação dos Trabalhadores do Inep.

No comunicado, a associação relata que há casos de “assédio moral, desmonte nas diretorias, sobrecarga de trabalho e de funções e desconsideração dos aspectos técnicos para a tomada de decisão”. Diante desse cenário, os servidores alertam para possíveis vulnerabilidades de exames, avaliações, censos e estudos realizados pela autarquia.

A Agência Brasil entrou em contato com o Inep e aguarda resposta.

O Inep é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Educação (MEC). O instituto é responsável por avaliações nacionais, como o Enem e o Sistema Nacional da Educação Básica (Saeb), por exames internacionais, como o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), e por indicadores de qualidade da educação, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Também realiza os censos da Educação Básica e Superior e diversos outros estudos voltados para a educação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos