Dois estudos refutam forma de vida em arsênio anunciada em 2010 pela NASA

Dois estudos científicos publicados neste domingo afirmam que um polêmico anúncio da Agência Espacial Norte-americana (NASA) de 2010 - que existe uma nova forma de vida bacteriana no arsênio - não está correto.

"Ao contrário do relatório original, a nova pesquisa mostra claramente que a bactéria GFAJ-1 não pode substituir o arsênio pelo fósforo para sobreviver", informa um comunicado de imprensa da revista Ciência, que publicou o estudo original.

Carregando...

Siga o Yahoo Notícias