Eleições 2022: Dois homens são presos em Sete Lagoas por crime eleitoral em MG

Eleições 2022: Urnas ficam abertas até às 17h - Foto: Getty Images
Eleições 2022: Urnas ficam abertas até às 17h - Foto: Getty Images

Dois homens, um de 32 e o outro de 31 anos, foram presos neste domingo (2), por boca de urna em Sete Lagoas (MG), cidade a 70 quilômetros de Belo Horizonte.

Segundo a Polícia Militar, durante patrulha na região, os homens foram pegos em flagrante dentro de um carro jogando panfletos de dois candidatos, dentro de uma zona eleitoral, na rua da Escola Estadual Professor João Fernandino Júnior, no bairro Vila Brasil.

Foi dada voz de prisão aos dois por crime eleitoral e os dois foram presos pelo crime de divulgação irregular de qualquer propaganda de partido ou candidato, na data de hoje. Eles foram levados para a delegacia da Polícia Civil de Sete Lagoas.

Ainda de acordo com o Boletim de Ocorrência, dentro do carro, os militares encontraram pacotes com vários panfletos dos candidatos.

Em relatos dos homens para a PM, os autores disseram que estavam descartando material que não seria mais utilizado na campanha.

Ainda segundo a Polícia Militar, os dois foram os primeiros presos por crime eleitoral no estado de Minas Gerais.

No entanto, depois destes, o estado já registrou um total de 20 ocorrências de crime eleitoral até a manhã deste domingo (2). A informação foi dada pela Polícia Militar de Minas Gerais, que está na sede do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), na Região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Ainda de acordo com informações da PM, as ocorrências envolvem boca de urna e propaganda exagerada. Até o momento, três das 20 ocorrências tiveram prisões e quatro pessoas foram detidas.