Dois morrem e cinco ficam feridos após tiroteiro dentro de escola em Goiás

Reprodução/Tv Anhanguera

O colégio Goyases, em Goiânia, foi palco de um tiroteio nesta sexta-feira (20). De acordo com o Samu, duas pessoas morreram e outras cinco ainda ficaram feridas. A escola fica no Conjunto Rivieira, bairro de classe média da cidade.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a denúncia foi feita por uma mulher que se identificou como professora do local. Ao ligar no 193, ela afirmou que uma pessoa havia invadido a escola e desferido os tiros.

O suspeito de efetuar os disparos é um adolescente do 8º ano do colégio que é filho de militares. “Informações preliminares dão conta que ele estaria sofrendo bullying, se revoltou contra isso, pegou a arma em casa e efetuou os disparos”, explica Anésio Barbosa da Cruz, coronel da Polícia Militar, em entrevista à TV Anhanguera.

Os Bombeiros afirmam que um dos feridos foi socorrido pelo Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer), que pertence à Polícia Militar. Os outros quatro feridos foram levados a unidades de saúde por terceiros. Segundo o Instituto Médico Legal, até as 13h os dois corpos de estudantes não haviam sido identificados. Eles permanecem no local do crime.