Dois mortos e um ferido em tiroteio em instalação militar na Tailândia

Um ataque a tiros executado por um militar deixou dois mortos e um ferido nesta quarta-feira (14) em uma unidade do exército tailandês em Bangcoc.

"O sargento Yongyuth Mungkornkim (59 anos) portava uma arma de fogo e atirou contra outros oficiais do exército", afirmou o coronel Sirichan Nga-thong, porta-voz adjunto do exército, em um comunicado.

"Dois soldados morreram e um ficou ferido e foi hospitalizado (...) Yongyuth fugiu do local, mas a polícia conseguiu prendê-lo", completou o porta-voz.

"O agressor é objeto de um procedimento judicial", acrescentou.

A polícia ainda não conseguiu determinar a motivação do ataque, que aconteceu dentro de um centro de treinamento do exército em Bangcoc.

Em 2020, um soldado matou 29 pessoas e deixou vários feridos em um massacre de 17 horas, antes de ser morto pelas forças de segurança, um episódio que provocou grande choque no país.

O massacre foi vinculado a uma disputa por uma dívida entre o sargento Jakrapanth Thomma e um alto oficial.

Os militares têm grande influência em muitos aspectos da vida da Tailândia, da política aos negócios, e tomaram o poder em várias oportunidades nas últimas décadas, a última delas em 2014.

rbu-ton-pdw/qan/mas/dbh/fp