Dois mortos em explosão em mesquita na zona internacional de Cabul

Afghan security personnel stand gourd outside the Wazir Akbar Khan mosque in Kabul following an attack on June 2

Uma mesquita localizada na entrada da Zona Verde, o centro nervoso de Cabul, foi alvo de um ataque nesta terça-feira durante a oração noturna, na qual um fiel e um imã conhecido morreu, anunciou o Ministério do Interior afegão.

"Infelizmente, explosivos colocados por terroristas na mesquita Wazir Akbar Khan, o bairro central em que a Zona Verde está localizada, foram ativados", disse Tareq Arian, porta-voz do ministério, que havia falado inicialmente de um atentado suicida.

Famoso na capital afegã por seus discursos controversos, Ayaz Niazi, um imã da mesquita, foi morto no ataque, segundo o porta-voz.

Um primeiro saldo relatou três feridos.

Wazir Akbar Khan é o bairro central em que a Zona Verde está localizada, que abriga inúmeras embaixadas e instituições estrangeiras atrás de altos muros de concreto.

Nenhum grupo insurgente assumiu a responsabilidade pelo ataque.

Uma explosão alta foi ouvida, seguida pelo som de alarmes de várias embaixadas e escritórios de organizações internacionais, sinalizando para os funcionários correrem para lugares seguros.

O governo afegão chamou o ataque de "odioso" e disse que revela a "brutalidade e desumanidade daqueles que deliberadamente cometem violência contra nossos ulama e pessoas inocentes", segundo o porta-voz presidencial Sediq Sediqqi.

O ataque ocorre depois que uma bomba matou dois funcionários de uma televisão privada afegã em Cabul no sábado, em um ataque reivindicado pelo grupo do Estado Islâmico.

Na noite de segunda-feira, sete civis foram mortos quando uma bomba explodiu no caminho do veículo que estavam dirigindo no norte do Afeganistão, disseram autoridades.