Dois PMs morrem em operação em Duque de Caxias, no Rio

Logo Agência Brasil
Logo Agência Brasil

Quatro policiais militares foram feridos na operação policial que segue em andamento no conjunto de favelas da Mangueirinha, em Duque de Caxias, no estado do Rio de Janeiro. Dois deles morreram. Os soldados Cardoso, 34 anos, e Lopes, 36 anos, foram levados às 7h11 para o Hospital Municipalizado Adão Pereira Nunes, mas, segundo a prefeitura de Duque de Caxias, a Secretaria Municipal de Saúde informou que já chegaram mortos.

Entre os outros dois atingidos por tiros, a secretaria anunciou que o tenente Marques, 33 anos, chegou ao hospital às 6h46 ferido no rosto e no ombro esquerdo. “A direção da unidade informa que o paciente segue em atendimento e que, no momento, está lúcido, orientado e estável”, acrescentou.

Notícias relacionadas:

A secretaria informou que o quarto policial é Fábio dos Santos Teles. Ele foi levado para a emergência da sala Vermelha do Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo, às 6h30, com lesão por tiro no punho e na mão esquerda. “Foi solicitada avaliação de neurocirurgia e ortopedia. A direção da unidade informa que o paciente, se encontra lúcido, orientado e estável hemodinamicamente”.

Combate a crimes

De acordo com a Secretaria de Estado de Polícia Militar, policiais militares do 15ºBPM (Duque de Caxias), de batalhões subordinados ao 3º Comando de Policiamento de Área (Baixada Fluminense) e de unidades do Comando de Operações Especiais (COE) participam da operação na comunidade. O objetivo é “coibir movimentações criminosas, incluindo as relacionadas a roubos de veículos e roubos de carga”.

Segundo a secretaria, as equipes estavam entrando por um dos acessos da Mangueirinha quando, no início da ação, criminosos fizeram disparos de arma de fogo contra as viaturas, resultando nas duas mortes e ferimentos em outros dois policiais militares.

Matéria ampliada às 11h34 para atualização do estado de saúde do quarto policial baleado.