Dois terços de sites de viagens da UE têm informações enganosas sobre preços

BRUXELAS (Reuters) - Dois terços dos sites de reservas de viagem na União Europeia fornecem informações enganosas sobre preços, infringindo regras de proteção ao consumidor do bloco, informou a Comissão Europeia nesta sexta-feira.

Em avaliação de 352 serviços de reserva e comparação de viagens online, um terço dos sites exibiu preços iniciais que não eram os preços finais e em um quinto dos casos, as ofertas promocionais não estavam realmente disponíveis, disse a Comissão.

Cerca de um em cada quatro sites também enganou os consumidores, dizendo que havia apenas uma quantidade limitada de assentos ou quartos deixados a um determinado preço, quando isso muitas vezes só se aplica ao site em questão.

A Comissão não mencionou nenhuma das empresas pesquisadas na triagem realizada em outubro de 2016.

O órgão executivo da UE disse que as autoridades nacionais entrarão em contato com os sites que violam as regras de proteção ao consumidor e poderão tomar medidas legais se as empresas não melhorarem os serviços.

(Por Robert-Jan Bartunek)