Dois turistas morrem enquanto escalavam penhasco sem equipamentos de segurança na Espanha

·1 minuto de leitura

MALLORCA, ESPANHA — Dois turistas dos Estados Unidos que visitavam a ilha de Mallorca, na Espanha, morreram nesta terça-feira enquanto escalavam um penhasco. As vítimas, de 25 e 35 anos, praticavam a modalidade chamada de psicobloc, que foi criada na ilha e dispensa o uso de equipamentos de segurança durante a escalada.

De acordo com o jornal espanhol El Periódico, os homens foram encontrados mortos em uma área de falésias perto da região Portocolom. As primeiras investigações sugerem que ambos sofreram uma queda durante a prática do psicobloc, que é feita sobre o mar.

Fontes policiais explicaram ao jornal que foram acionadas depois que um cidadão avistou um corpo flutuando no mar entre Portolocom e Cala Mitjana. Quando os serviços de emergência chegaram no local, também encontraram outro corpo em uma caverna próxima. As vítimas foram transferidas para o porto e a Polícia Judiciária da Guarda Civil abriu um inquérito.

Segundo o Majorca Daily Bulletin, a Guarda Civil investiga se a queda teria sido causada por um deslizamento de rochas. Um caso semelhante teria ocorrido há nove anos quando um turista britânico, de 26 anos, morreu após cair de um penhasco no local e se afogar no mar, destacou o Diário de Mallorca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos