Dois venezuelanos estão entre mortos em desabamento em Valparaíso

(Arquivo) A cidade chilena de Valparaíso

Os corpos de dois jovens venezuelanos foram resgatados entre os escombros deixados pela queda de um casarão localizado no porto chileno de Valparaíso, que resultou em pelo menos seis vítimas, informaram nesta quinta-feira (15) autoridades locais.

Localizada em um dos 40 morros de Valparaíso, a casa desmoronou subitamente na noite de terça-feira, atingindo uma escadaria pública onde venezuelanos e outros jovens chilenos comemoravam um aniversário.

Durante a manhã, o intendente (governador) de Valparaíso, Jorge Martínez, informou sobre o resgate de três corpos, de dois venezuelanos e de uma chilena, e depois do meio-dia confirmou a remoção de outro corpo, um chileno de 18 anos que se transformou na sexta vítima do acidente.

Os mortos são os venezuelanos Carlos Mendoza e Eduardo Flores, de 20 e 19 anos, respectivamente, e os chilenos Francisca Muñoz (31) e Enzo Martínez (18).

Os jovens "trabalhavam no mesmo lugar em Valparaíso e estavam comemorando um aniversário", comentou o intendente que mostrou seu pesar pela tragédia que atravessou a vida de jovens que "vieram buscar uma oportunidade no Chile".

O Chile é o terceiro país da região que conta com o maior número de migrantes venezuelanos, cerca de 400.000, atrás de Colômbia e Peru.

Os quatro corpos resgatados nas últimas horas se somam a dois cadáveres que foram retirados dos escombros horas depois da queda do imóvel. As primeiras vítimas foram uma idosa e sua filha. As duas moravam no casarão junto com duas crianças que conseguiram sobreviver.

Com os seis corpos retirados, os socorristas anunciaram o início de uma segunda fase da operação a fim de descartar ou confirmar que três pessoas que estão desaparecidas tenham morrido no lugar.

A comoção dos familiares das vítimas se soma à dos vizinhos de Valparaíso. Com dor, a comunidade se despede de seus mortos com medo de que outras moradias da cidade tenham o mesmo destino do casarão.

Valparaíso é um dos locais turísticos mais visitados do Chile, graças às casas pitorescas casas em seus mais de 40 morros.

O morro de Bellavista, um dos mais turísticos, foi cenário da trágica queda do casarão.