A dolorosa história de um internato para crianças indígenas no Canadá

A descoberta dos restos mortais de 215 crianças no terreno de um internato na Colúmbia Britânica reacendeu o doloroso debate no Canadá sobre as instituições estabelecidas ainda no século XIX no país. Os espaços se tornaram símbolos de um sistema opressor, em que, de acordo com a Comissão da Verdade e Reconciliação canadense, pelo menos 4.100 crianças foram mortas.