Dom e Bruno: prefeito de Atalaia do Norte lamenta 'crime bárbaro e cruel'

Dom Phillips e Bruno Pereira desapareceram no Vale do Javari, localizado em Atalaia do Norte (AM) (Foto: AP Photo/Edmar Barros)
Dom Phillips e Bruno Pereira desapareceram no Vale do Javari, localizado em Atalaia do Norte (AM) (Foto: AP Photo/Edmar Barros)
  • Denis Paiva (PSC) reconheceu trabalho da dupla na preservação da Amazônia

  • Dom e Bruno desapareceram em território indígena localizado no município

  • PF encontrou restos mortais em área de buscas

O prefeito de Atalaia do Norte (AM), Denis Paiva (PSC), lamentou a morte de Bruno Araújo Pereira e Dom Phillips. O indigenista e o jornalista inglês desapareceram na Terra Indígena do Vale do Javari, localizada nos limites do município.

“Um crime bárbaro e cruel que tirou a vida de dois apaixonados pela Amazônia, profissionais que desempenhavam trabalhos de extrema relevância para a preservação dos Povos Indígenas do Vale do Javari, principalmente os povos isolados e de recente contato localizados no nosso município”, escreveu o prefeito em nota.

A PF (Polícia Federal) encontrou restos e partes de corpos humanos enterrados na região onde estão sendo feitas as buscas pelo indigenista Bruno Pereira e pelo jornalista britânico Dom Phillips, no fim da tarde desta quarta-feira (15), ao oeste do estado do Amazonas.

Desaparecimento de Dom e Bruno: tudo o que você precisa saber

Nesta quarta, a Justiça do Amazonas decretou a prisão temporária por 30 dias de Oseney da Costa de Oliveira, o "Dos Santos", apontado como o 2º suspeito no caso do sumiço do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, desaparecidos desde o dia 5 de junho.

Oseney é irmão de Amarildo da Costa de Oliveira, conhecido como "Pelado", que está preso desde o dia 7 de junho. Os dois teriam confessado à Polícia Federal envolvimento na morte de Bruno e Dom.

Fontes da PF informaram que Amarildo assumiu que as vítimas foram mortas, esquartejadas e os corpos foram incinerados. Em seguida, foram jogados em uma vala. A informação foi divulgada pela TV Bandeirantes e confirmada pela TV Globo.

De acordo com a CNN Brasil, fontes da PF revelaram que Amarildo confessou que a morte de Bruno e Dom Phillips possui relação com as denúncias feitas pelos dois sobre a prática de pesca ilegal na região.

As buscas pelos corpos estão sendo feitas na margem esquerda do rio Itaquaí, perto da Comunidade São Gabriel.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos