Dom e Bruno: PF investiga participação de 5 suspeitos nos assassinatos

O jornalista Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira estão desaparecidos desde o dia 5 de junho (Foto: CARL DE SOUZA/AFP via Getty Images)
O jornalista Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira estão desaparecidos desde o dia 5 de junho (Foto: CARL DE SOUZA/AFP via Getty Images)
  • Até agora, dois homens já foram presos

  • Polícia investiga possível mandante

  • Restos mortais que podem ser de Dom e Bruno foram enviados para análise

Segundo informações divulgadas nesta quinta-feira (16) pela Polícia Federal, cinco suspeitos são investigados por participação no desaparecimento do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista brasileiro Bruno Pereira.

Investigadores falaram à Globo News que, dos cinco, três são suspeito de estarem envolvidos diretamente nos assassinatos, enquanto um teria contribuído para ocultar os restos mortais das vítimas e o quinto seria o mandante do crime.

Nesta quarta, a Justiça do Amazonas decretou a prisão temporária por 30 dias de Oseney da Costa de Oliveira, o "Dos Santos", apontado como o 2º suspeito no caso do sumiço do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, desaparecidos desde o dia 5 de junho.

Oseney é irmão de Amarildo da Costa de Oliveira, conhecido como "Pelado", que está preso desde o dia 7 de junho. Os dois teriam confessado à Polícia Federal envolvimento na morte de Bruno e Dom.

Desaparecimento de Dom e Bruno: tudo o que você precisa saber

Com as informações dos irmãos, a PF localizou restos e partes de corpos humanos enterrados na região onde estão sendo feitas as buscas. O material será enviado para Brasília e a perícia deve começar nesta sexta-feira (17).

De acordo com os investigadores, as provas mais concretas são contra os assassinos. Mais elementos estão sendo estudados para avaliar quem foi o mandante das execuções. Eles afirmam também que um terceiro mandado de prisão pode ser expedido logo.