Domingo dos presidenciáveis tem campanha nas ruas e ‘paz’ no hospital

Paulo Amaral
Paulo Guedes visitou candidato Jair Bolsonaro neste domingo (23).

O domingo (23) dos principais candidatos na corrida pela Presidência da República foi mais um dia movimentado para Jair Bolsonaro, Fernando Haddad, Ciro Gomes, Marina Silva e Geraldo Alckmin.

Ainda impedido de sair às ruas por conta do atentado à faca sofrido há cerca de duas semanas, Jair Bolsonaro (PSL), líder nas pesquisas de intenção de voto, segue internado no Hospital Albert Eistein, em São Paulo.

O deputado, que neste domingo retirou um dreno do abdome, recebeu a visita de Paulo Guedes, cotado para ser ministro da Fazenda em um futuro governo.

O encontro serviu para aparar as arestas e colocar um ponto final no mal-estar criado com as recentes declarações de Guedes sobre a intenção de retomar impostos como a CPMF no caso de assumir a pasta após a eleição de Bolsonaro.



De Norte a Sul

Fernando Haddad e Rui Costa, governador da Bahia, durante visita do candidato neste domingo.


O quarteto que briga com Jair Bolsonaro para assumir a cadeira do presidente Michel Temer também teve a agenda lotada, de Norte a Sul do País.

Confirmado como candidato do PT no pleito de 7 de outubro, Fernando Haddad, que foi vaiado durante caminhada pelo centro comercial do Recife no sábado (22), fez campanha em Petrolina, também em Pernambuco, e em Juazeiro, na Bahia, esta na companhia de Rui Costa, governador baiano e candidato à reeleição.



Ciro Gomes (PDT), que tem se colocado como opção da "3ª via" na guerra polarizada entre petistas e apoiadores de Bolsonaro, passou o...

Continue a ler no HuffPost