Dona da marca 'A patroa' diz não ter nada contra Maiara e Maraisa: 'Disputa é com empresário'

Após derrotar Maiara e Maraisa na Justiça pelo uso da marca "As patroas", a cantora Daisy Soares tem lidado com reações desproporcionais de fãs das sertanejas. A baiana garante que tentou durante todo o processo resolver de forma amigável com os empresários da dupla e de Marília Mendonça, mas não teve sucesso.

"Eu não tenho uma briga com elas (as cantoras). Eu tenho uma disputa da minha marca com um empresário que tentou registrar e que tentou utilizar a marca de forma indevida. Então, não se trata de algo contra as meninas. Pelo contrário, gosto muito e admiro todas elas", disse Daisy, em entrevista ao jornal "Correio da Bahia".

A artista tem o registro do nome "A Patroa" desde 2013, com registro no INPI desde 2017. De acordo com Daisy, quando soube da tentativa de registro por parte do empresário de Maiara & Maraisa e de Marília Mendonça em 2020, entrou em contato para poder resolver a situação uma vez que o projeto das sertanejas estaria utilizando não só o mesmo nome como também a mesma fonte do logotipo e cor, o que estaria prejudicando a banda de forró.

A forrozeira explica que, sem a autorização do INPI, a turnê das sertanejas não poderia acontecer utilizando a marca "Patroas" e que, por isso, ela foi procurada com pressa para que um acordo fosse firmado. Segundo Daisy, nas reuniões que fizeram nada de concreto ficou acordado.

No dia 28 de outubro— oito dias antes do acidente fatal de Marília — Daisy, Maiara & Maraisa e Marília Mendonça se reuniram com um advogado para tentar arrumar uma solução. Na ocasião, Daisy conta que Marília chegou a admitir que a marca era de fato da baiana e demonstrou vontade de resolver a situação.

Após a proibição da Justiça da Bahia, Maiara e Maraisa alteraram o nome do disco para "Festa das patroas". Em um post nas redes sociais, Maraisa compartilhou um print do projeto no Spotify.

"A história já está feita", escreveu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos