Dona do "Google da Rússia" vai buscar venda da empresa

Por Alexander Marrow e Darya Korsunskaya e Polina Devitt

MOSCOU (Reuters) - A holding holandesa da gigante russa de internet Yandex disse nesta sexta-feira que planeja vender o controle da maior parte do Yandex Group, com as divisões internacionais de alguns serviços sendo desenvolvidos fora da Rússia.

Desde que a Rússia iniciou a guerra na Ucrânia em fevereiro, a Yandex, listada na Nasdaq, muitas vezes chamada de "Google da Rússia", tem enfrentado a pressão doméstica de um lado de e seus investidores ocidentais do outro, gerando especulações sobre seu futuro.

A Yandex, registrada na Holanda, disse em comunicado que está analisando as opções para "reestruturar a propriedade e a governança do grupo à luz do atual ambiente geopolítico". As ações listadas em Moscou da Yandex caíram 4,8%.

O anúncio veio horas depois que o presidente russo, Vladimir Putin, e o ex-ministro russo das Finanças Alexei Kudrin abordaram o futuro da Yandex em uma reunião noturna, disseram à Reuters três fontes familiarizadas com o assunto.

As fontes disseram que Kudrin, um colega de longa data de Putin, deve deixar seu cargo de chefe da Câmara de Auditoria da Rússia para assumir um cargo na Yandex. Uma das fontes disse que isso pode acontecer nas próximas semanas.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que não poderia confirmar se a reunião ocorreu ou não. A Câmara de Auditoria se recusou a comentar.

"Kudrin é alguém que a empresa considera uma boa pessoa para lidar com isso porque é liberal o suficiente para entender que a Rússia precisa de uma empresa privada de internet, livre de nacionalizações e que tenha credibilidade aos olhos de Putin", disse uma das fontes.

Outra fonte, próxima a Kudrin, disse: "Esta é a melhor opção para a empresa, que pode lhe proporcionar a máxima neutralidade empresarial. Por um lado, continuar desenvolvendo no país... e por outro, não mentir sob estado (controle)."

Quase 88% da estrutura de propriedade da Yandex é free float, com muitos fundos ocidentais entre os acionistas.

A Yandex disse que o processo estratégico está em um estágio preliminar e que qualquer mudança exigirá a aprovação dos acionistas. O conselho espera que a Yandex N.V. seja renomeada no devido tempo, com o negócio a ser vendido mantendo os direitos exclusivos para o uso da marca Yandex.

A controladora holandesa disse que buscará vender o controle de todos os outros negócios do Yandex Group, que incluem a unidade de pesquisa e publicidade da empresa, bem como uma de transporte por aplicativo e outra de comércio eletrônico.