Donald Trump se desliga do Sindicato de Atores antes de possível expulsão

O Globo
·1 minuto de leitura

Ex-apresentador de reality show, Donald Trump se desligou do Screen Actors Guild, sindicato de atores e artistas americanos de cinema e TV. O ex-presidente dos Estados Unidos se antecipou à instalação de um comissão disciplinar que possivelmente iria expulsá-lo sob a acusação de comandar campanhas de desinformação e ameaçar jornalistas,muitos deles membros do sindicado.

Em uma carta enviada na última quinta-feira, dirigida a Gabrielle Carteris, presidente nacional do sindicato, Trump comunicou: “Escrevo para você hoje sobre a chamada audiência do Comitê Disciplinar que visa a revogar minha filiação ao sindicato. Quem se importa!"

Na mensagem, ele cita suas aparições em "Esqueceram de mim 2", "Zoolander", "Wall Street - O Dinheiro Nunca Dorme" e no programa "O aprendiz": “Também ajudei muito o negócio da TV a cabo (que dizem ser uma plataforma em extinção, com pouco tempo sobrando até me envolver na política), e criei milhares de empregos em redes como MSDNC e Fake News CNN, entre muitas outras.”

Trump também acusou o sindicato de fazer "pouco por seus membros e nada" por ele. No fim da carta, falou sobre sua decisão: N"ão desejo mais ser associado ao sindicato. Como tal, esta carta é para informá-lo de minha demissão imediata do Sag-Aftra. Você não fez nada por mim.”

A resposta do SAG foi apenas: "Obrigado".