Dono é preso após cão ser achado morto e outro se alimentando das próprias fezes em casa no Rio

Um homem foi preso em flagrante, nesta terça-feira, pelo crime de maus-tratos contra animais. Pedro Ferreira da Cruz, de 29 anos, estava em casa, no Engenho Novo, na Zona Norte do Rio, no momento em que foi realizada uma operação conjunta entre a Subsecretaria Estadual de Proteção e Bem-Estar Animal (RJPET) e a Polícia Civil, por intermédio da 11ª DP (Rocinha).

De acordo com a subsecretaria, uma denúncia recebida através do ex-secretário Estadual de Agricultura, Proteção de Bem-Estar Animal, Marcelo Queiroz, indicava as condições precárias em que cachorros eram mantidos no local. Um dos animais, entretanto, foi encontrado já sem vida.

O outro cão estava vivo, mas com a saúde completamente debilitada. Ele foi conduzido para o veterinário e recebeu os devidos cuidados, antes de ser levado para um lar temporário.

Na residência, que estava muito suja, não havia potes de ração ou de água. A polícia desconfia que o animal que sobreviveu tenha se alimentado das próprias fezes.

Segundo as autoridades, Pedro, o tutor dos animais, não reagiu à prisão. Ele já teve várias passagens pela polícia por crimes como tráfico de drogas, explosão, formação de quadrilha, ameaça, invasão de domicílio e furto a transeunte, entre outros, vai responder pelo crime de maus-tratos e pode pegar até 5 anos de reclusão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos