Dono de bar oculta câmeras em garrafas para filmar mulheres em banheiro, na Espanha; vídeo

A polícia espanhola deteu, nesta terça-feira, o dono de um bar em Maiorca, na Espanha, sob a acusação de que o homem gravava escondido suas clientes. Segundo as autoridades, durante anos, ele mantinha uma câmeras ocultas em garrafas de água no banheiro do estabelecimento.

Até o momento, 38 mulheres foram identificadas nas gravações. O número de vítimas, no entanto, deve ser maior, já que ao todo foram coletados 5 mil vídeos. Segundo a polícia, não há indicios de que ele compartilhava o material com outras pessoas ainda.

Após ser preso, o homem, que tem 42 anos, foi liberado na terça-feira após uma decisão judicial. Ele irá responder às acusações em liberdade.

As investigações sobre o caso começaram quando uma cliente encontrou uma câmera escondida em uma garrafa de água que estava próxima ao vaso sanitário do banheiro feminino.

Após perícia, os policiais descobriram que filmadora tinha um sensor de movimento. Como de tempos em tempos o dono do bar ia verificar o estado da câmera de vídeo, as autoridades foram capazes de identificá-lo nas gravações.

Os policiais encontraram outras duas garrafas de água com câmeras escondidas no estabelecimento. Na casa do homem, 44 cartões de memória, com 32 gigabytes de material foram recolhidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos