Dono de garimpo é flagrado com R$ 150 mil e mais de 70 camisas com tema de Bolsonaro

A PRF apreendeu R$ 150 mil em espécie na posse de um homem que se identificou como dono de garimpo em Itaituba, no Pará. (Foto: Reprodução/Polícia Rodoviária Federal do Pará)
A PRF apreendeu R$ 150 mil em espécie na posse de um homem que se identificou como dono de garimpo em Itaituba, no Pará. (Foto: Reprodução/Polícia Rodoviária Federal do Pará)
  • Dono de garimpo foi encontrado com malas cheias de dinheiro em espécie e camisetas com lema bolsonarista;

  • Rogério Amorim Macedo da Silva foi abordado quando tentou ultrapassar fila de carros pelo acostamento;

  • Valores e peças de roupa estavam em malas na caçamba do carro.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta terça-feira (15), R$ 150 mil em espécie e 78 camisetas nas cores verde e amarela com a inscrição “Deus, Pátria e Família”, lema de teor fascista frequentemente repetido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

O homem, apontado como garimpeiro, circulava em uma caminhonete modelo Hilux na cidade paraense de Itaituba.

A suspeita dos agentes é de que o homem estivesse patrocinando as manifestações bolsonaristas que promovem bloqueios irregulares nas rodovias do Estado desde que Bolsonaro perdeu as eleições presidenciais.

Rogério Amorim Macedo da Silva dirigia o carro e era acompanhado da namorada e da mãe dele. O dinheiro e as camisas estavam na caçamba do veículo.

De acordo com a PRF, a região onde foi feita a abordagem é conhecida por ser alvo de grande número de garimpos irregulares. Amorim afirmou que o veículo usado por ele viria de uma ‘venda de ouro’, mas não apresentou documentação com comprovasse a transação.

Assim, ele e os valores apreendidos foram levados para o posto da Polícia Federal em Itaituba. Segundo informações do jornal Estadão, que teve acesso ao registro da ocorrência, o caso foi enquadrado como ‘usurpação de bem ou matéria-prima da união, lavagem de dinheiro ou ocultação de bens, direitos e valores’.

Além do valor em dinheiro, ainda foram apreendidos com o homem seis cartões de crédito, a CNH, o RG, o título de eleitor e o documento do carro.

Segundo os policiais, a situação ocorreu quando os agentes faziam uma fiscalização em razão de obras no quilômetro 650 da BR-163, na manhã da terça. A Hilux foi avistada ultrapassando pelo acostamento a fila de carros formada pelo sistema ‘Pare/Siga’ da rodovia.

O homem disse aos policiais que estava a caminho de um garimpo de sua propriedade, onde passaria em torno de um a dois meses.

Após busca no veículo, os agentes encontraram em uma das malas localizadas na caçamba, um pacote com cédulas de R$ 100 e R$ 50. Questionado sobre os valores, Amorim disse que seriam decorrentes de uma venda de ouro e destinado a pagar funcionários, mas não apresentou documentação para comprovar a venda.