Dono de posto atropela adolescente e executa homem após roubo de R$ 40 mil

·1 minuto de leitura
Testemunhas gravaram o episódio - Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Testemunhas gravaram o episódio - Foto: Reprodução/TV Anhanguera
  • Dono de posto foi vítima de um assalto, em que criminosos tentaram levar R$ 40 mil

  • O empresário reagiu, atropelou um dos suspeitos e atirou contra o outro

  • Um adolescente de 16 anos foi preso, enquanto o outro criminoso morreu

Um homem atropelou um bandido e executou o outro após ter R$ 40 mil roubados em um assalto na cidade de Campos Belos, em Goiás. O caso aconteceu na manhã de segunda-feira (23) e foi divulgado pela TV Anhanguera, afiliada da Globo no local.

Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento em que o dono de um posto da gasolina da cidade estaciona sua camionete e desce com um malote para depositar a quantia no banco.

Leia também:

Ele é abordado por dois motoqueiros, que pegam o dinheiro e sobem na moto para fugir. Antes que pudessem deixar o local, porém, o dono de posto arranca com a camionete e atinge o veículo da dupla.

Um dos criminosos, adolescente de 16 anos, foi atropelado. O outro, maior de idade, tentou escapar, mas foi executado a tiros pelo homem.

Momento em que o empresário atingiu a moto dos suspeitos - Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Momento em que o empresário atingiu a moto dos suspeitos - Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O delegado responsável pelo caso, Carlos Eduardo, explicou que o empresário pode responder por porte ilegal de arma. Ele não teve a identidade revelada.

Pai se desespera com filho criminoso

Um vídeo gravado por uma testemunha mostra o desespero de um pai ao saber que o filho adolescente havia sido um dos responsáveis pelo assalto.

“Eu nunca fiz isso, rapaz. Ajoelho por você todo dia e você acaba comigo. É uma vergonha. Desculpa pela minha família, pelos meus amigos e por quem me considera. Isso é uma vergonha na vida”, diz.

O adolescente teve ferimentos leves e foi apreendido pela polícia. Já o suspeito que foi executado tinha passagens por homicídio e estava foragido da Justiça.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos