Dono de Tesla diz ter ficado sem carro após bateria morrer

Tesla: bateria enferrujou precocemente porque mangueira do ar condicionado estava posicionada em cima dela (Bruce Bennett/Getty Images)
Tesla: bateria enferrujou precocemente porque mangueira do ar condicionado estava posicionada em cima dela (Bruce Bennett/Getty Images)
  • Conserto custaria US$ 20 mil, ou R$ 103 mil segundo o orçamento da Tesla;

  • Mario Zelaya não conseguia nem abrir a porta do veículo;

  • Segundo agência governamental, problema se deu na montagem do veículo na fábrica.

Um proprietário de um Tesla viralizou no TikTok após postar uma série de vídeos sobre problemas com seu Tesla Model S depois que a bateria morreu, tendo ficado sem acesso ao carro. Segundo Mario Zelaya, o problema custaria mais de US$ 20 mil, ou R$ 103 mil para consertar, segundo o orçamento da montadora.

Nos vídeos, que já contabilizam mais de 15 milhões de visualizações, Zelaya explica que a bateria de seu Tesla morreu completamente, deixando-o incapaz de entrar no veículo e até mesmo de acessar os documentos de propriedade dentro do carro para vendê-lo. O carro tampouco responde a uma tentativa de carregamento, afirmou.

"É por isso que você nunca deve comprar um Tesla pessoal", disse Zelaya no vídeo, chamando o carro de "lixo". Ele disse que comprou o carro novo por US$ 140 mil em 2013. Em um vídeo anterior, ele demonstrou o orçamento do serviço, datado de 14 de março, que mostrou que uma reposição de bateria para o carro elétrico custaria mais de US$ 21 mil.

A substituição geralmente acontece depois do carro rodar pouco mais de 120 mil quilômetros, segundo um documento compartilhado por Zelaya no TikTok. De acordo com Elon Musk, fundador e CEO da companhia, as baterias são projetadas para funcionar por 450 mil a 800 mil quilômetros, ou cerca de 21 a 25 anos de uso.

Zelaya disse em um vídeo separado que levou o carro para a Tesla depois de receber uma mensagem de aviso de "bateria de alta tensão" - um problema que poderia fazer com que a bateria do EV pegasse fogo. Ele disse que foi informado que o problema não seria coberto por uma garantia.

Quando mais tarde ele levou o Model S à agência reguladora de seu país, Transport Canada, os técnicos disseram que a bateria estava enferrujada porque a mangueira de drenagem da unidade de ar condicionado do carro estava posicionada sobre a caixa da bateria e vazava continuamente água na unidade da bateria, disse Zelaya.

Em um vídeo da semana passada, Zelaya disse que finalmente conseguiu vender o carro depois de pagar US$ 30 por novos documentos de propriedade. O TikTok parece mostrar o novo proprietário abrindo o para-choque dianteiro para ter acesso ao interior do carro. "Esse será o fim da minha jornada Tesla", disse Zelaya no vídeo. "Está fora da minha vida. Mantenha isso fora da sua."