Dono do Chelsea sugere All Star Game na Premier League

Todd Boehly trouxe proposta de mudanças na dinâmica da Premier League. Foto: Carlos Jasso/AFP via Getty Images
Todd Boehly trouxe proposta de mudanças na dinâmica da Premier League. Foto: Carlos Jasso/AFP via Getty Images

Todd Boehly, co-proprietário americano do Chelsea, propôs a criação de um All Star na Premier League semelhante ao da NBA, NFL ou MLB para ajudar a estrutura do futebol inglês a continuar arrecadando dinheiro e se promovendo em todo o mundo.

A proposta de Boehly seria disputar anualmente um All-Star Match Norte x Sul, no qual jogadores de Liverpool e Manchester, entre outros, enfrentariam as estrelas dos times londrinos.

Leia também:

"Espero que a Premier League aprenda um pouco da lição dos esportes americanos quando se trata de gerenciamento e promoção e realmente comece a perceber... Por que não existe um All Star Game? Você poderia fazer um All Star Game. Estrelas na Premier League Norte contra o Sul e, assim, financiar facilmente o que a pirâmide do futebol precisava", disse o co-proprietário do Chelsea em uma entrevista em Nova York.

"Todo mundo gosta da ideia de mais renda para a Premier... Há um aspecto cultural que é real e a evolução virá. O bom da Premier League é que você tem os direitos globais", disse ele sobre sua ideia.

Quem não gostou nada da proposta foi o treinador do Liverpool, Jürgen Klopp."Excelente. Quando você encontrar uma data para isso, pode me ligar. Você esquece que nos grandes esportes dos Estados Unidos eles têm quatro meses de folga, então eles estão muito felizes em poder fazer um pouco de esporte durante esses intervalos. É completamente diferente no futebol", justificou.

"Você quer trazer os Harlem Globetrotters também e deixá-los jogar em um time de futebol?", brincou Klopp.

A outra proposta do presidente do Chelsea é decidir o rebaixamento em um torneio direto entre quatro times, ao invés do modelo atual em que os três últimos classificados da Premier League descem para o Campeonato (Segunda Divisão).

Todd Boehly aproveitou a entrevista para explicar a demissão de Thomas Tuchel dizendo que o técnico alemão não compartilhava a mesma visão dos donos do Chelsea.

"Obviamente, Tuchel é um técnico extremamente talentoso e alguém que teve grande sucesso com o Chelsea, mas nossa visão para o clube era encontrar um técnico que realmente quisesse colaborar conosco. Só não tínhamos uma visão compartilhada do futuro. Não foi uma decisão tomada por causa de uma única vitória ou derrota", finalizou.