Dores no joelho obrigam o papa permanecer sentado durante audiência semanal

O papa Francisco celebra audiência semanal na Praça de São Pedro do Vaticano, em 27 de abril de 2022 (AFP/Tiziana FABI) (Tiziana FABI)

O papa Francisco pediu desculpas nesta quarta-feira por permanecer sentado durante a audiência semanal e afirmou que dores no joelho o obrigaram a cancelar vários compromissos dos últimos dias.

"Peço desculpas porque vou cumprimentá-los sentado. Este joelho demora a cicatrizar e não posso ficar de pé por muito tempo", disse o pontífice ao público na Praça de São Pedro.

"Peço desculpas por isto, obrigado", acrescentou o religioso de 85 anos, que foi aplaudido pela multidão.

O papa argentino cancelou os compromissos de terça-feira devido às dores no joelho direito. Na sexta-feira da semana passada, ele passou por exames médicos.

Francisco parecia ter dificuldades para caminhar devido ao problema, que o obrigou a cancelar alguns eventos em fevereiro e março, embora há algumas semanas tenha viajado por dois dias a Malta.

O papa disse ao jornal argentino La Nación na semana passada que rompeu um ligamento do joelho e estava tratando com gelo e analgésicos.

Ele comentou que foi informado de que o problema passaria com o tempo, mas que o processo de recuperação "é lento nesta idade".

ar/spm/mas/zm/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos