Doria deve anunciar novas medidas restritivas para evitar aglomerações em SP

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • João Doria
    Empresário, jornalista, publicitário e político brasileiro, 37.º Governador de São Paulo
Doria negou a possibilidade de fechar os setores de comércio e serviços ao falar de novas medidas restritivas (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Doria negou a possibilidade de fechar os setores de comércio e serviços ao falar de novas medidas restritivas (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • João Doria vai anunciar novas medidas restritivas para São Paulo nesta quarta-feira

  • Governador nega a possibilidade de fechar os setores de serviços e comércio, mas quer restringir aglomerações

  • Objetivo do governo paulista é frear o aumento do número de casos de covid-19

Nesta quarta-feira (12), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), deve anunciar novas medidas de restrição no estado, com o objetivo de evitar aglomerações. A decisão foi tomada diante do aumento de casos de covid-19, em decorrência da variante Ômicron.

Às quartas-feiras, às 12h45, o governo paulista realiza coletivas de imprensa no Palácio dos Bandeiras para fazer anúncios. Neste evento, as novas restrições devem ser anunciadas por Doria e pelo comitê científico, responsável por orientar a gestão estadual.

Na última terça (11), Doria alertou que as novas medidas seriam tomadas. “Não há neste momento nenhuma indicação, nenhuma necessidade de restrição e fechamento de comércios e serviços. Há, sim, cautela e uma recomendação expressa para que as pessoas usem máscara todo o tempo”, afirmou o governador durante visita a Monta Aprezível, na região de São José do Rio Preto.

“E vamos ter evidentemente restrições para eventos com grandes aglomerações, mas não para comércio e serviços, e o Comitê Científico já deliberou essa preocupação. Amanhã teremos novas informações”, disse.

No entanto, Doria negou que que haverá fechamento ou limitação de funcionamento de serviços ou do comércio. “Quero tranquilizar o setor de comércio e serviços, não há nenhuma indicação até o presente momento de que restrições poderiam ser implementadas. Mas vai exigir cuidado, esta nova cepa a Ômicron é a mais poderosa de transmissão da história.”

Passaporte da vacina obrigatório desde segunda

Desde segunda-feira (10), todos os eventos realizados na cidade de São Paulo devem exigir passaporte de vacina contra a covid-19 e com a comprovação de duas doses, independentemente do número de pessoas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos