Doria diz que Pazuello mente e promete envio de 50 mil doses de vacinas ao Amazonas

·1 minuto de leitura
Doria, em entrevista em São Paulo

SÃO PAULO (Reuters) - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou neste domingo que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, mente ao afirmar que o governo federal contribuiu financeiramente nos esforços do Estado pela CoronaVac, vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinovac, que começou a ser aplicada nesta tarde no país.

O governador respondeu a declaração dada em entrevista pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em que afirmou que tudo o que foi comprado pelo Butantan foi com recursos do ministério. Segundo o ministro, não houve um centavo do governo de São Paulo.

Doria também afirmou que o governo de São Paulo mandará diretamente para o Amazonas 50 mil doses da CoronaVac para serem aplicadas nos profissionais de saúde daquele Estado, afirmando que fará o envio diretamente, pois não confia mais no Ministério da Saúde.

(Por Eduardo Simões e Leonardo Benassatto)