Doria elogia Moro: "Quem não gostaria de ter?"

João Doria voltou a elogiar o Ministro da Justiça Sergio Moro - Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
João Doria voltou a elogiar o Ministro da Justiça Sergio Moro - Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Resumo de notícia

  • Declaração foi feita em meio a atritos entre Moro e Bolsonaro

  • Doria diz que Moro "foi um grande juiz e é um grande ministro"

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), elogiou publicamente o ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro, Sergio Moro na última terça-feira (27). Doria ainda sugeriu que o ex-juiz seria uma adição desejável a qualquer governo: "Quem não gostaria de ter?"

A declaração foi feita em meio a atritos entre Moro e o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). Na semana passada, o chefe do Executivo chegou a afirmar que poderia demitir o indicado do ministro para o cargo de diretor da Polícia Federal, Maurício Valeixo. Questionado sobre se a decisão não seria uma interferência na pasta, o presidente foi direto: "Fui eleito para interferir."

Leia também

No último mês, o governador de São Paulo também tem atraído para o PSDB ex-integrantes do governo Bolsonaro. O último foi o deputado Alexandre Frota, expulso do partido do presidente no último dia 13.

Doria, no entanto, nega que tenha feito qualquer convite para o ministro: "Sergio Moro foi um grande juiz e é um grande ministro. Não há convite, há admiração e respeito.", exaltou o governador.

O governador elogiou ações de Moro como ministro – por exemplo, a transferência de líderes do PCC para presídios federais, realizada em fevereiro.

Em junho, Moro já foi recebido em São Paulo com tapete vermelho, orquestra de cordas e pompas. Na ocasião, João Doria o homenageou com a medalha Ordem do Ipiranga, maior honraria do governo paulista. Na cerimônia, Doria afirmou que o ministro é "um patriota" e "um grande brasileiro".