Doria envia mensagem de apoio a Bruno Covas: “Força, guerreiro!”

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Covas manifestou apoio a Bruno Covas (Alexandre Schneider/Getty Images)
Covas manifestou apoio a Bruno Covas (Alexandre Schneider/Getty Images)
  • João Doria mostrou apoio a seu colega de partido

  • Bruno Covas precisou ser intubado por um sangramento no estômago

  • O quadro do prefeito é delicado, após surgimento de novos focos do câncer

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), enviou uma mensagem de apoio ao prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), momento antes de seu colega de partido ser internado na UTI do Hospital Sírio-Libanês com um sangramento no estômago nesta segunda-feira.

“Força, guerreiro! Estamos em oração pela sua recuperação. Tenho certeza que em breve estará novamente fazendo o que ama: cuidar dos paulistanos”, escreveu no Twitter.

Leia também:

De acordo com informações da rádio CBN, o sangramento foi identificado durante uma endoscopia e já foi contido. David Uip informou que Covas está sedado e intubado.

Covas havia sido internado no último domingo para tratamento de efeitos adversos em decorrência de focos do câncer. Ele passa por sessões de imunoterapia e quimioterapia e pediu licença do posto por 30 dias. O vice-prefeito, Ricardo Nunes (MDB), já assumiu o posto.

À CBN, Uip informou que Covas passou mal ao longo do fim de semana por causa do tratamento.

Covas teve um sangramento no estômago e precisou ser intubado - Foto: NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images
Covas teve um sangramento no estômago e precisou ser intubado - Foto: NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images

"O prefeito teve sintomas neste fim de semana próprios de quem recebe tratamento quimioterápico e imunoterápico. Ele teve náuseas, perspectiva de vômitos. Então, nós optamos por interná-lo para anteciparmos exames e para também avaliar a possibilidade do segundo ciclo de químio e imunoterapia", explicou Uip.

Pedido de licença da Prefeitura

Bruno Covas anunciou o pedido de licença da Prefeitura de São Paulo no último domingo (2). Ele trata um câncer no sistema digestivo desde 2019 e, recentemente, descobriu uma metástase óssea.

Desde o início do tratamento, Covas havia se mantido no posto e, quando precisava ser internado, despachada do hospital. Ricardo Nunes, vice-prefeito, já assumiu o posto nesta segunda-feira (3).

Diagnóstico de Bruno Covas

No dia 16 de abril, exames mostram surgimento de novos focos de câncer no fígado e ossos do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB). O prefeito havia sido internado no dia 15 no Hospital Sírio-Libanês para realização de exames de controle, onde foram encontrados novos pontos da doença.

Covas teve alta hospitalar no dia 27 depois de duas semanas internado no Hospital Sírio-Libanês e comemorou.

"Partiu casa! Mais uma vitória entre muitas batalhas. Agradeço a todos pelas rezas, orações e pensamentos positivos. O tratamento continua. O carinho e força que recebi durante todos esses dias são essenciais para continuar lutando e acreditando", escreveu em seu perfil no Instagram na ocasião.