Doria posterga lockdown e propõe antecipar feriado para conter avanço do coronavírus

Silvia Amorim
São Paulo (SP), 17.04.2020 - Combate ao Coronavírus-SP - O Governador João Doria Jr. e o Prefeito Bruno Covas, anunciam novas medidas para intensificar o combate ao novo coronavírus (Covid-19), no Palácio dos Bandeirantes, localizado na Avenida Morumbi, 4.500, no bairro do Morumbi, zona sul de São Paulo, na tarde desta sexta-feira, 17. (Foto: Paulo Guereta/Photo Premium/Agência O Globo) São Paulo

SÃO PAULO - O governo de São Paulo propôs nesta segunda-feira antecipar o feriado de 9 de Julho para a próxima semana para tentar ampliar o isolamento social na fase mais aguda da pandemia do coronavírus no estado. O governador João Doria encaminhará à Assembleia Legislativa um projeto de lei pedindo a mudança.

A proposta vem na esteira de uma medida semelhante divulgada pela prefeitura da capital neste domingo. O prefeito Bruno Covas encaminhou um projeto de lei à Câmara Municipal para a antecipação de dois feriados municipais para quarta e quinta-feira desta semana.

No caso do feriado estadual mencionado por Doria, ele seria antecipado para a próxima segunda-feira, fazendo com que em São Paulo houvesse um feriado prolongado de 6 dias _ de 20 a 25 de maio. A medida é uma tentativa de evitar a decretação de um lockdown na região metropolitana de São Paulo.

Doria voltou a dizer nesta tarde que, embora já haja um protocolo pronto para a adoção da medida, o lockdown ainda não foi decretado.

A cidade de São Paulo tem hoje 91% dos leitos de UTI ocupados. Autoridades sanitárias estimam que, no máximo em 15 dias, o sistema de saúde entrará em colapso.

O estado de São Paulo tem 63.006 casos confirmados de Covid-19 e 4.823 mortes.

O governo estadual sugeriu a prefeitos de outras regiões do estado que façam como a prefeitura paulistana e antecipem feriados para a próxima semana.