Doria promete cumprir todo o mandato caso seja eleito governador

AP Photo/Andre Penner

Ex-prefeito de São Paulo e candidato ao governo do estado, João Doria (PSDB) repetiu a promessa feita durante a campanha nas eleições municipais de 2016 e afirmou que, se eleito, cumprirá os quatro anos de mandato. A declaração foi dada durante visita a uma creche na zona sul da capital paulista nesta quarta-feira (22).

“Não há nem hipótese disso (abandonar o mandato) em quatro anos de governo. A próxima eleição é municipal. Eu não pretendo deixar o governo de São Paulo, sendo eleito, para disputar a Prefeitura. Portanto serão quatro anos e sem reeleição”, afirmou.

Saiba mais:
Doria visita creche e diz que não zerou fila por falta de dinheiro

Doria lidera as intenções de voto na última pesquisa Datafolha, divulgada no mesmo dia, com 25% da preferência do eleitorado — cinco pontos percentuais à frente do segundo colocado, Paulo Skaf (MDB). No entanto, o tucano também apresenta o maior índice de rejeição: 32%.

Eleito prefeito em 2016, Doria deixou o cargo após 15 meses para se candidatar ao governo paulista. Embora reconheça que a reprovação se dá pelo fato de não ter cumprido todo o tempo de mandato na administração municipal, afirma que terá tempo o suficiente para se justificar aos eleitores.

“Há cinco meses estamos liderando pesquisas. Essa é a nona pesquisa”, observou. “A rejeição é compreensível, em face de termos deixado a prefeitura de São Paulo. Vamos revertendo à medida que pudermos explicar à população as razões da nossa saída”, disse.