Doria unifica programas sociais e cria bolsa com repasses de até R$ 500 em SP

ARTUR RODRIGUES
·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 27.03.2020 - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), durante coletiva de imprensa após visita as obras de instalação do Hospital Municipal de Campanha, no estádio do Pacaembu. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 27.03.2020 - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), durante coletiva de imprensa após visita as obras de instalação do Hospital Municipal de Campanha, no estádio do Pacaembu. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governo João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (7) a criação de um novo programa social denominado Bolsa do Povo, com repasses de até R$ 500 por pessoa.

Em momento que o governo federal também passa a pagar um auxílio, o governador anunciou o novo programa por meio da ampliação e unificação de vários outros programas.

O anúncio foi feito no Palácio dos Bandeirantes, na zona oeste de São Paulo, em entrevista coletiva com medidas sobre o coronavírus.

"Estamos acompanhando o crescimento acelerado da pobreza, da miséria, da vulnerabilidade em São Paulo e no Brasil. Um governo responsável segue dando atenção a saúde e à vida, mas também pelo alimento e proteção social", disse Doria

Segundo o vice-governador Rodrigo Garcia, os programas Ação Jovem e Renda Cidadã terão valor aumentado de R$ 80 para R$ 100.

Além disso, serão contratados 20 mil pais e mães de alunos da escola estaduais para colaborar no retorno às aulas. O pagamento será de R$ 500 por quatro horárias diárias.