Doria vai para a Itália e vice-prefeito, Bruno Covas, viaja a Paris

Marcell Roncon/Futura Press

MÔNICA BERGAMO

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - São Paulo ficará sem prefeito e sem vice no feriado prolongado. João Doria viaja para a Itália nesta quarta-feira (11), de onde volta no domingo (15), e Bruno Covas vai para Paris no sábado (14) e retorna no dia 25 deste mês.

A viagem de Doria já constava na agenda oficial do prefeito. Ele se reunirá com os prefeitos de Milão e de Veneza, encontrará empresários, participará de painéis e dará palestra. Segundo texto publicado no "Diário Oficial" desta quarta, a viagem "será feita sem custos para a cidade".

Já Covas sai de licença na quinta-feira (12) "para tratar de assuntos particulares" e depois segue para a França. Em dez dias no país, ele participará de dois eventos: um fórum ligado à discussão de soluções urbanas e um programa que tem como objetivo apresentar instituições francesas a personalidades estrangeiras do mundo político, associativo, sindical e econômico.

Segundo a assessoria de Covas, que também é secretário municipal das Prefeituras Regionais, a viagem foi paga pelo governo francês e pela organização Bloomberg Philanthropies.

Por conta das ausências, o presidente da Câmara Municipal, Milton Leite (DEM), assume o cargo de prefeito em exercício de quinta a sábado.