Draghi vence voto de confiança, mas três partidos recusam-se a participar

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, durante sessão do Senado italiano em Roma
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

ROMA (Reuters) - O primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, ganhou uma moção de confiança no Senado nesta quarta-feira, mas três importantes partidos de sua coalizão se recusaram a participar da votação, o que na prática torpedeou seu governo.

A moção pediu à Casa que aprovasse um discurso feito por Draghi no início do dia, quando ele exigiu a unidade de seus aliados da coalizão. A votação foi aprovada por 95 a 38, com muitas dezenas de senadores ausentes.

(Reportagem de Angelo Amante e Giuseppe Fonte)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos