Drogarias Pacheco e São Paulo começam a vender vacina contra a Covid

***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 27-03-2022 - Mulher é vacinada contra Covid-19 no Parque Villa-Lobos, na zona oeste de SP. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
***ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 27-03-2022 - Mulher é vacinada contra Covid-19 no Parque Villa-Lobos, na zona oeste de SP. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O grupo DPSP, dono das Drogarias Pacheco e São Paulo, anuncia o início da venda privada de vacina contra a Covid em farmácias das redes a partir deste final de semana.

Segundo a empresa, o imunizante da Astrazeneca começa em duas unidades em São Paulo (Moema e Paulista) e em uma no Rio de Janeiro (Barra da Tijuca). As doses devem custar R$ 229.

As vacinas estarão disponíveis para pessoas acima de 18 anos para aplicação da 3ª dose ou adicional de reforço.

O consumidor terá de apresentar carteirinha de imunização, com intervalo de quatro meses desde a última dose.

Clínicas privadas foram liberadas para comprar doses da vacina contra a Covid sem a necessidade de doá-las ao SUS a partir de maio.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos