Duas jovens resgatadas três dias após terremoto na Turquia; balanço supera 90 mortos

·2 minuto de leitura
Equipes de resgate procuram vítimas nos escombros de prédio em Izmir, Turquia
Equipes de resgate procuram vítimas nos escombros de prédio em Izmir, Turquia

As equipes de emergência resgataram com vida nesta segunda-feira duas menores de idade, uma deles de apenas três anos, dos escombros de edifícios que desabaram na província turca de Izmir, quase três dias depois de um terremoto que deixou 91 mortos na Turquia e duas vítimas fatais na Grécia.

Uma menina de três anos, Elif Perincek, sepultada nos escombros de um prédio no distrito de Baykrali, foi resgatada 65 horas depois do terremoto e levada para um hospital, informou a Agência de Gestão de Emergências e Desastres (AFAD)

A imprensa turca divulgou imagens da criança, protegida por um cobertor, quando era retirada dos escombros entre os aplausos de um grupo de socorristas

"Estou muito feliz. Que Deus os abençoe, minhas orações foram ouvidas e vou encontrar Elif", declarou a avó da criança ao canal estatal TRT.

Elif Perincek é a 106ª pessoa resgatada com vida dos escombros de edifícios que desabaram ou ficaram parcialmente destruídos na sexta-feira na província de Izmir, oeste da Turquia, e na ilha grega de Samos.

Entre as pessoas resgatadas figuram a mãe, as duas irmãs e o irmão de Elif Perincek, retirados dos escombros no sábado à noite. O irmão, no entanto, faleceu pouco depois, de acordo com a emissora TRT.

O bombeiro Muammer Celik, que encontrou a menina, afirmou à AFP que em um primeiro momento acreditou que ela estava morta.

"Pensamos que ela estava morta, pedi uma bolsa mortuária e um cobertor. Mas depois de cortar o metal, eu queria limpar a poeira que a cobria e quando estendi minha mão, de repente ela agarrou meu polegar", contou.

"Naquele momento eu fiquei paralisado, antes de chorar de alegria. Elif apenas soltou minha mão quando a levamos para uma barraca", acrescentou.

Algumas horas antes do resgate de Elif, as equipes de emergência retiraram dos escombros de outro edifício a jovem Idil Sirin, de 14 anos, segundo a AFAD. 

Mas o alívio da família durou pouco, pois a irmã de Idil, Ipek, foi encontrada morta alguns minutos depois.

De acordo com o balanço atualizado divulgado nesta segunda-feira, o terremoto deixou 91 mortos na Turquia e dois na ilha grega de Samos.

O tremor também deixou quase mil feridos na Turquia e 200 pessoas continuam hospitalizadas, segundo os serviços de emergência.

As equipes de emergência prosseguem com os trabalhos nos escombros com a esperança de encontrar sobreviventes.

As autoridades turcas anunciaram a detenção de nove empresários em uma investigação sobre a construção de prédios em Izmir que não cumpriam os padrões antissísmicos em vigor nao país, segundo a agência estatal Anadolu.

lsb-raz/ezz/jhd/me/es/fp