Polícia detém suspeito pelo tiroteio que matou duas pessoas numa igreja do Alabama

Foi detido um suspeito pelo tiroteio de quinta-feira à noite numa igreja de Vestavia Hills, no Alabama, Estados Unidos, onde morreram pelo menos duas pessoas

Trata-se de um homem de 71 anos, revelou já esta sexta-feira a polícia, acrescentando tratar-se de uma pessoa que era presença ocasional nas missas da igreja episcopal de Santo Estevão. Os procuradores estavam esta manhã a preparar os mandatos para o acusar de homicídio qualificado.

De acordo com as autoridades, o atacante terá aberto fogo durante um jantar lúdico, matando uma mulher de 75 anos e um homem de 84 anos. Uma outra mulher ficou ferida.

O atacante terá sido controlado por uma outra pessoa que estaria naquele espaço até à chegada da polícia.

Este é mais um tiroteio a agravar o cadastro deste ano dos Estados Unidos em acontecimentos trágicos deste género. São já mais de 250 desde janeiro.

Este ataque surge numa altura em que a "segunda emenda" da Constituição americana, que concede o direito de posse e porte de armas aos cidadãos, está em discussão, sobretudo depois de um jovem de 18 anos ter assassinado a tiro 19 crianças e dois professores numa escola de Uvalde, no Texas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos