Duo americano questiona autoria de 19 músicas de Alok, que rebate: 'não possui o mínimo de provas'

O duo americano de DJs Sevenn entrou na Justiça de São Paulo para questionar a autoria de 19 músicas lançadas por Alok. O DJ brasileiro, por sua vez, alega que foram os americanos que lançaram músicas suas sem lhe dar o crédito e abriu processo contra eles. As informações são do G1.

A briga se arrasta desde janeiro, quando o Sevenn disse à revista Billboard que Alok havia lançado canções produzidas por eles, sem remunerá-los e sem dar o crédito. Formado pelos irmãos Sean e Kevin Brauer, o Sevenn teria iniciado parceria com Alok em 2015.

O duo entrou no início do mês passado com um pedido para que a Justiça faça uma perícia com especialistas musicais sobre a autoria das músicas. Ao G1, o advogado de Alok, Robson Cunha, diz que o DJ ainda não foi notificado. "Caso se confirme tal informação, apenas reforçará aquilo que já tínhamos afirmado desde o início, que Seven faz acusações levianas e sem o mínimo de provas", afirma o advogado.

Na reportagem da Billboard, os irmãos alegaram que atuaram como "produtores fantasmas" em pelo menos 14 músicas de Alok. Agora, o número cresceu para 19, segundo o pedido de perícia. Em resposta à publicação, Alok afirmou que tem "um processo em andamento contra o Sevenn no Brasil decorrente do fracasso do Sevenn em creditá-lo e pagá-lo por uma série de lançamentos do Sevenn". Ainda ao G1, em janeiro, o advogado do DJ brasileiro disse que ele está sendo ameaçado pela dupla.

Entre as músicas de Alok questionadas pelo duo estão "Mix forever", "All I want", "Fuego", "Fang (Budweizer EDM Remix)", "Love Is a temple", "Get A Grip (Remix)", "Suave", "This City", "Intro for show", "Paga de solteiro feliz" e "Toda la noche". Por outro lado, Alok alega que as músicas "Boom", "Tam tam", "Beautiful tonight", "BYOB", "BYOB (Sevenn remix)" e "It's always you", lançadas pelo Sevenn, são de sua autoria.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos