Durante encontro com apoiadores, Bolsonaro diz que cloroquina é a única possibilidade de cura contra a Covid-19

Matheus Schuch*
Presidente Bolsonaro na porta do Palácio da Alvorada Foto: Adriano Machado / REUTERS

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro comemorou neste sábado, na porta do Palácio da Alvorada, os testemunhos de pessoas que afirmam ter sido curadas da Covid-19 após uso de cloroquina. Apoiadores estavam no local carregando um cartaz fazendo propaganda do medicamento. Ele se negou a responder perguntas da imprensa, um dia após o vídeo de reunião do governo ser divulgado onde Bolsonaro fala sobre interferência nos ministérios.

Em rápida conversa com a imprensa, o presidente disse que “toma quem quer” a droga, mas que hoje ela é a única possibilidade de cura, embora não haja comprovação científica. Sem apresentar números e a origem da informação, Bolsonaro disse que “muitas pessoas foram curadas” pelo medicamento.

Leia também:

Ao se negar a responder aos questionamentos de repórteres, disse que falaria apenas com aos cinegrafistas presentes na porta da residência oficial. Diante da reclamação dos profissionais de imagem sobre agressões de apoiadores do governo, Bolsonaro respondeu:

— Faço um apelo para ninguém agredir a imprensa.

O presidente também ouviu agradecimentos de apoiadores que consideram que ele “defendeu o povo” durante a reunião ministerial do dia 22 de abril, cuja gravação foi divulgada ontem após decisão do Supremo Tribunal Federal.

*Do Valor Econômico

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.