É antigo vídeo de Alexandre de Moraes sendo vaiado

·1 minuto de leitura
  • Apoiadores de Bolsonaro compartilham o conteúdo sem contextualizar quando o registro foi feito

  • Vídeo de 2016 mostra o então secretário de Segurança Pública do governo de SP sendo vaiado na Paulista

  • Imagens foram publicadas originalmente por jornal

Desde que o atual ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, passou a ser alvo de ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), conteúdos distorcidos a seu respeito têm sido compartilhados nas redes sociais.

O Yahoo! Notícias identificou que ao menos no Instagram, Twitter e YouTube um vídeo que mostra Moraes sendo cercado por críticos e vaiado tem sido replicado nessas sites como se fosse recente.

Descrição de post no Instagram: “Alexandre de Moraes é vaiado na Paulista!
Descrição de post no Instagram: “Alexandre de Moraes é vaiado na Paulista!". Contudo, vídeo foi feito em 2016 quando Moraes era secretário de Segurança Pública em São Paulo (Foto: Instagram/Reprodução)

Em um post no Instagram, compartilhado em 3 de setembro de 2021, está escrito: “Alexandre de Moraes é vaiado na Paulista!”. Já em vídeo publicado há um mês no YouTube, e que até o fechamento da reportagem tinha 790 mil visualizações, também exibe as imagens sem contexto:

Registro feito em 2016 circula sem contexto nas redes sociais (Foto: YouTube/Reprodução)
Registro feito em 2016 circula sem contexto nas redes sociais (Foto: YouTube/Reprodução)

O vídeo, no entanto, é antigo. À época, Alexandre de Moraes era secretário de Segurança Pública de São Paulo, cargo que ocupou de janeiro de 2015 a maio de 2016.

Leia também:

Em 2016, indicado pelo presidente Michel Temer, Moraes assumiu a cadeira de ministro da Corte. O registro original foi compartilhado pelo jornal Folha de S.Paulo, em março de 2016, e mostra o então secretário sendo vaiado por manifestantes na avenida Paulista e escoltado por policiais.

Durante o ato com pautas antidemocráticas convocado pelo presidente, Bolsonaro voltou a atacar as instituições e o ministro do STF e disse: “qualquer decisão do senhor Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá”.

Conteúdo semelhante também foi verificado pela Agência Lupa e AFP.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos