É enganoso o que Bolsonaro disse sobre oficialização de linguagem neutra na Argentina

Presidente Jair Bolsonaro em evento no Congresso Nacional, em Brasília, em 3 de agosto de 2022 (Foto: Reuters / Adriano Machado)
Presidente Jair Bolsonaro em evento no Congresso Nacional, em Brasília, em 3 de agosto de 2022 (Foto: Reuters / Adriano Machado)
  • Em um tuíte, o presidente Bolsonaro afirmou na última terça-feira (2) que a Argentina teria oficializado o uso da linguagem neutra

  • Na última semana, o Ministério de Obras Públicas argentino anunciou que adotará a linguagem inclusiva em seus documentos oficiais

  • A medida, porém, não significa que a linguagem foi oficializada no país e não impacta outros setores

Em uma publicação em sua conta oficial no Twitter na última terça-feira (2), o presidente Jair Bolsonaro (PL) lamentou a suposta oficialização do uso da linguagem neutra na Argentina. A linguagem inclusiva, no entanto, não foi adotada pelo país vizinho, ao contrário do que afirmou o presidente.

Captura de tela de uma publicação do presidente Jair Bolsonaro alegando que a linguagem neutra foi oficializada na Argentina (Foto: Twitter / Reprodução)
Captura de tela de uma publicação do presidente Jair Bolsonaro alegando que a linguagem neutra foi oficializada na Argentina (Foto: Twitter / Reprodução)

No último dia 28 de julho, o Ministério de Obras Públicas da Argentina anunciou o uso da linguagem inclusiva em seus documentos oficiais, registros e atos administrativos. A decisão foi divulgada em veículos de imprensa argentinos, como o Clarín.

Embora outras instituições do país já tenham adotado o uso da linguagem – a exemplo do Banco Central da República Argentina e do Ministério dos Transportes – a medida não se estende a outros setores da Argentina.

Além disso, em contato com a embaixada do país no Brasil, a coluna da Mônica Bergamo da Folha de S. Paulo, confirmou que o país vizinho não oficializou o uso da linguagem.

No sentido oposto ao que apontou o presidente Bolsonaro, a prefeitura de Buenos Aires, por exemplo, proibiu a adoção dessa linguagem em suas escolas.

O que é linguagem neutra?

A linguagem não-binária ou linguagem neutra pode ser usada para se referir a pessoas não-binárias ou a grupos compostos por pessoas de diversos gêneros.

Para fugir das marcações tradicionais da Língua Portuguesa, as vogais que marcam o gênero podem ser substituídas pela letra "x", por um "@" ou mesmo pela vogal "e", podendo escrever "todxs", "tod@s"ou "todes".

Além da substituição das vogais, há ainda outras regras que visam tornar a linguagem mais inclusiva, como o uso de pronomes neutros, como "ile" ou "elu" e suas derivações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos