É falso que Bolsonaro foi expulso do Maracanã no último 7 de setembro

Jair Bolsonaro em partida de futebol no Maracanã, no Rio de Janeiro, em 7 de setembro de 2022 (Foto: Reuters / Sergio Moraes)
Jair Bolsonaro em partida de futebol no Maracanã, no Rio de Janeiro, em 7 de setembro de 2022 (Foto: Reuters / Sergio Moraes)
  • Usuários compartilham um vídeo do presidente Jair Bolsonaro no Maracanã no último 7 de setembro e afirmam que ele teria sido expulso do local

  • Segundo as publicações, ele teria deixado o estádio após ser vaiado por torcedores

  • É falso, porém, que ele tenha sido expulso da partida

Circulam nas redes sociais vídeos do presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) no Maracanã na partida da Copa Libertadores da América entre Flamengo e Vélez Sarsfield, realizada no último 7 de setembro.

Segundo publicações que somam mais de 7 mil interações no Facebook, o presidente teria sido expulso do estádio após ter sido hostilizado pelos torcedores.

Contudo, é falso que Bolsonaro tenha abandonado o estádio após a reação negativa de uma parte dos torcedores.

Captura de tela de uma publicação que alega que Bolsonaro foi expulso do Maracanã durante jogo ocorrido no último dia 7 de setembro de 2022  (Foto: Facebook / Reprodução)
Captura de tela de uma publicação que alega que Bolsonaro foi expulso do Maracanã durante jogo ocorrido no último dia 7 de setembro de 2022 (Foto: Facebook / Reprodução)

Uma busca no Google pelas palavras-chave "​​Bolsonaro expulso Maracanã" não identificou notícias sobre a suposta expulsão do presidente em veículos de imprensa tradicionais.

Dentre os resultados, apareceram publicações do Metrópoles, UOL e Estadão sobre a presença de Bolsonaro no estádio. Durante o jogo, ele permaneceu na tribuna de honra do Maracanã. Segundo as notícias, ele foi recebido tanto com vaias quanto com aplausos dos torcedores, o que é possível conferir em vídeos do momento.

Nenhum dos veículos, porém, informou sobre a suposta saída do presidente após as reações.

Outros conteúdos sobre os atos de 7 de setembro de 2022 foram verificados pelo Yahoo! Notícias, como os discursos do presidente e vídeos de 2021 que circularam como se fossem atuais.

Conteúdo semelhante foi verificado pelo Aos Fatos.