É falso que Elon Musk exige Carlos Bolsonaro presidente

·2 min de leitura
Post mostra fotos de Elon Musk e Carlos Bolsonaro. Foto: Patrick Pleul/Pool via REUTERS
Post mostra fotos de Elon Musk e Carlos Bolsonaro. Foto: Patrick Pleul/Pool via REUTERS
  • A imagem mostra uma notícia montada utilizando o template do portal de notícias Yahoo!;

  • Post também mostra fotos de Musk e Carlos Bolsonaro;

  • Imagem com a logo do Yahoo difere do template original que o portal utiliza.

Circula nas redes sociais uma postagem com conteúdo afirmando que o bilionário Elon Musk quer o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) como 'presidente do Twitter no Brasil'. A imagem mostra uma notícia montada utilizando o template do portal de notícias Yahoo!.

A montagem também mostra fotos de ambos os personagens envolvidos, além de data de publicação e um subtítulo: "Em conversa avançada, Carlos Bolsonaro é o nome favorito do magnata para assumir a presidência da rede de extrema direita. A publicação, assim como a informação, é falsa.

Imagem mostra notícia falsa sobre Elon Musk e Carlos Bolsonaro. Foto: Reprodução/Redes Sociais.
Imagem mostra notícia falsa sobre Elon Musk e Carlos Bolsonaro. Foto: Reprodução/Redes Sociais.

O perfil no Twitter responsável pela postagem se chama "Prints Bolsonaristas" (@printsminions). Ao lado da montagem, segue uma série de prints de diálogos em grupo de Whatsapp, onde usuários comentam a imagem enviada na conversa. A imagem que mostra a logo do Yahoo, inclusive, difere do template original que o portal utiliza.

Desde que a notícia a respeito da aquisição do Twitter pelo dono da Tesla foi veiculada, políticos de direita repercutiram a compra em apoio a Musk. Na rede social, a deputada federal Bia Kicis (PL) disse que a compra do Twitter é um “importante passo na luta pelas liberdades”. Carlos Jordy (PL) afirmou que a “liberdade não tem preço” e pediu o retorno do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, à plataforma. O ministro das Comunicações, Fábio Faria, parabenizou Musk e disse que ele “faz um gesto ao mundo e em defesa da liberdade”.

Apesar do apoio, não há comprovações de Musk sobre conversas ou nomeações de políticos para encabeçar a rede social no Brasil. Já se especulam mudanças para o Twitter, como a liberação do código-fonte e a chamada 'liberdade de expressão' que o bilionário defende. No entanto, não há ainda esclarecimentos sobre indicações de Musk para liderar a plataforma.

Conforme publicado pelo G1 no último dia 11 de abril, entre as atribuições de acionista da empresa, Musk poderia "participar de discussões com o conselho ou membros da equipe de administração da empresa sobre "combinações de negócios, alternativas estratégicas, operações e governança", dentre outros temas", mas não refere-se a indicação direta de comandos.

No Brasil, quem está a frente da diretoria administrativa da rede desde 2017 é a niteroiense Fiamma Zarife.

Até o final desta checagem, a postagem contava com 555 likes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos