E o Miranda? À mercê da Conmebol, zagueiro negocia renovação com o Vasco enquanto treina fora do clube

·1 min de leitura
Miranda jogou pelo Vasco pela última vez em setembro do ano passado (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama)


A última partida de Miranda foi no dia 6 de setembro. Desde que foi suspenso preventivamente por doping e por tempo indeterminado pela Conmebol, o zagueiro não pôde mais nem frequentar as dependências do Vasco. E desde então a rotina dele é independente, inclusive em termos contratuais. E à mercê da confederação sul-americana.

Quando houve a divulgação da suspensão, o Cruz-Maltino afirmou que confiava na palavra do jogador - que garantia não ter feito uso da canrenona, um diurético proibido. Por isso anunciou que o contrato do jogador seria renovado. Até o momento, houve a oferta, mas o zagueiro e o estafe dele ainda não decidiram se aceitam, rejeitam ou se fazem uma contraproposta.

- Não foi determinada ainda a suspensão do atleta. Estamos acompanhando. Vamos renovar o contrato dele com um valor salarial baixo e com previsão de reajuste e prorrogação contratual após o término da suspensão. Consideramos um ativo de valor para o clube - afirmou o Vasco, em nota enviada à reportagem do LANCE!.

-> Confira a tabela do Campeonato Carioca

Miranda, portanto, está sem contrato. Tem em mãos uma proposta de redução salarial para o período em que estiver suspenso. Mas não tem ideia de quanto tempo vai ficar fora dos gramados. Ele aguarda a Conmebol marcar o julgamento e a sentença ser definida para cumprir e, depois, retornar às atividades.

Sem poder dar entrevistas e sem poder praticar o esporte em que é profissional, resta ao jogador treinar a parte física. Ele malha cinco vezes por semana, três dessas acompanhado por um personal trainer. Tem procurado fortalecer os membros superiores neste período, e deve retomar trabalhos com bola em breve.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos