E os livros? Escritores e governo divergem sobre edital que exclui a literatura

Escritores manifestaram descontentamento com o edital lançado na última segunda-feira, 16, pelo Banco do Brasil e o Ministério da Cultura.

Com inscrições abertas até 3 de março, a seleção destinará aproximadamente R$ 150 milhões para realização dos projetos culturais. O que incomodou a cena literária, porém, foi a ausência de literatura no edital.

"Celebro a iniciativa, é o mais importante edital desde a extinção do Programa Petrobras Cultural e a Literatura ficou de fora, simplesmente", postou a escritora Micheliny Verunschk, autora de "O som do rugido da onça", em seu Instagram. "O pior é também ninguém falar nada, isso não repercutir entre escritores, editores, profissionais do livro. Ora, como reconstruiremos esse país sem a valorização desse trabalho? sem sua inclusão nos editais?"

O edital conta com seis segmentos: Arte educativa (arte e educação transmitida de maneira transdisciplinar), Cinema (mostra e festival), Artes Cênicas (teatro adulto ou infantil), Música (série ou festival), exposição (mostra coletiva ou individual) e Ideias (debate, palestra, seminário, workshop/oficina e curso).

Executivo da Diretoria de Marketing do BB, Tadeu Figueiró acredita que a insatisfação foi gerada por uma confusão em relação ao formato do edital. Ele explica que o patrocínio é para projetos coletivos para a ocupação do Centro Cultural Banco do Brasil, e não de "produtos". O que não significa que projetos literários em forma de workshops, oficinas, ciclos de leitura ou palestras não possam ser inscritos. Estes são contemplados pelo segmento Ideias.

- Nunca patrocinamos produção de um livro específico de um autor, nem lançamento de álbum musical, porque não há patrocínio individual - conta Figueiró. - Mas nada impede, por exemplo, que uma exposição possa ser feita em cima de um autor.

Escritores como Verunschk, porém, continuam defendendo a inclusão de um edital exclusivo para a literatura.

Segundo Figueiró, o Ministério da Cultura deve se reunir nesta quinta-feira com escritores para conversar sobre o edital. Em alguns dias, o BB transmitirá em seu canal no YouTube uma série de lives em que serão tiradas dúvidas sobre o edital. A data ainda será definida.